"Deus não faz acepção de pessoas." (At 10:34)
EDUCADOR E PALESTRANTE
Na luta por uma educação inclusiva de alunos com transtorno do espectro autista.
Textos
Professores: uma classe desunida
            Os professores da Educação Básica no Brasil são quase 3 milhões, formadores de opinião, e têm diante de si todos os dias crianças, adolescentes e jovens, por muito mais tempo que os pais e a sociedade. Diante de palestras nas escolas, reagem dizendo que já ouviram aquilo tudo, que já sabem daquilo tudo. Ultimamente, tenho ouvido muito essas afirmativas durante e após minhas palestras, nas quais procuro levá-los à reflexão, à análise dos porquês da classe ser tão desvalorizada e tão desacreditada. Como boa parte é perita em reclamar e afirmar tal coisa, por que continua tudo na mesma? Por que a Educação piora a cada ano que passa? Por que não fizeram nada até hoje, já tudo que se fala nas palestras é repetido?
          Depois da descontinuidade administrativa, vejo como uma das principais causas da desvaloriação dos professores e do caos pelo qual passa a Educação em nosso país a enorme quantidade de não-professores atuando nas salas de aula e a desunião da classe. Ao invés de dizer que uma elite é quem decide os destinos da nação, por que não se unir e mudar a situação? Por que é a longo prazo? E daí? Tudo precisa ser instatâneo para se tomar providências? Ou não são verdadeiros educadores? Em que faculdades se formaram? Na da desunião e do conformismo? Na do deixa-como-está e do eu-preciso-desse-emprego? Ou se toma alguma atitude e se passa para a ação, ou se cala a boca.
          Muitos me confrontam dizendo que o que eu falo nas palestras vai é estressar e diminuir ainda mais a auto-estima dos professores. Por quê? Não se pode dizer a verdade? A realidade tem que ser mascarada com metáforas ou escondida? Só de uma mente muito pequena pode sair tal pensamento. Nunca iremos valorizar os professores e melhorar a Educação no Brasil e os professores não se unirem e colocarem a mão na massa. Reclamar e fazer greves já está provado que não leva a lugar algum. Continua sempre tudo na mesma.
          Se soubessem a força que tem e parassem de reclamar e de criticar quem toma iniciativas de conscientização da classe, talvez as coisas andassem melhor para todos.
Maurício Apolinário
Enviado por Maurício Apolinário em 06/08/2007
Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
"Discriminação e exclusão velada de alunos com transtornos mentais não podem existir em nossas escolas." (Prof. Maurício Apolinário)
..Simplesmente namorada Maurício Apolinário R$ 12,90
.A Arte da Guerra para Professores - 1ª ed. Maurício Apolinário R$ 15,90
.Bolinha, meu coelho Maurício Apolinário R$ 15,00
.Limites na sala de aula: emoções, atitudes e... Maurício Apolinário R$ 17,90
.Um prato de comida Maurício Apolinário R$ 15,00
A Casinha de Clarinha Onã Silva R$ 21,00
A derrota de Penina Onã Silva R$ 31,50
A Literatura das Mulheres da Floresta Autores diversos R$ 30,00
A Quadradinha de Gude Onã Silva R$ 10,90
A quadradinha de gude - 2ª ed. ampliada Onã Silva R$ 27,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
https://www.facebook.com/pages/Cuidarte-Livros-e-artigos-liter%C3%A1rios/334396023412336?ref=hl