CONTRATE AS PALESTRAS DO PROF. MAURÍCIO APOLINÁRIO
 R  E  V  I  S  O  R    E    P A L E S T R A N T E
 Revisor gramatical  de artigos, teses, dissertações e livros
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Palmeira imperial

Imperial cresceste ao lado da Matriz,
Bonita e zombeteira;
Contemplavam-te ao pé, muito entusiasmados,
Pois eras a primeira.

Tua copa ao vento, desvairada,
Rindo alegremente,
Animando e enchendo o vasto espaço
De cantiga contente.

Ficaste mais alta que a torre da igreja,
Elegante e ouriçada;
E quando posavas, altiva, ao sol poente,
Eras rainha e fada.

Anos passaram, a igreja foi demolida,
E velha e muito triste
Tornaste tu, ó palmeira imperial,
Se é que ainda existe.

A própria natureza matou tua copa.
Um raio deitou-te
As folhas que antes farfalhavam ao vento,
E a beleza tirou-te.

Viste quase todo o progresso da cidade,
Desde o nascimento
Da nossa primeira igreja e matriz
E ainda seu falecimento.

Talvez algum dia alguém se lembre de ti,
E deite ao chão
Teu enorme, esbelto e antigo tronco.
Abençoada mão.

--------------
Morrinhos, 06/11/1975

Maurício Apolinário
Enviado por Maurício Apolinário em 11/10/2012
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

"Uma escola relevante é uma escola que contribui com a transformação da comunidade na qual está inserida." (Prof. Maurício Apolinário)
..REVISÃO GRAMATICAL DE TEXTOS Maurício Apolinário
.A Arte da Guerra para Professores - 1ª ed. Maurício Apolinário
.Bolinha, meu coelho Maurício Apolinário
.Limites na sala de aula: emoções, atitudes e... Maurício Apolinário
.Simplesmente namorada Maurício Apolinário
.Um prato de comida Maurício Apolinário
A derrota de Penina Onã Silva
A Literatura das Mulheres da Floresta Autores diversos
A Quadradinha de Gude Onã Silva
A quadradinha de gude - 2ª ed. ampliada Onã Silva
Anjinho minho... mãezinha minha ONÃ SILVA
Bote fé no sindicado, ele tem atitude é fato ... ONÃ SILVA
Cordel do trabalhador - do labor ao burnô Onã Silva
Cronistas, Contistas e Poetas Contemporâneos ... Autores diversos
Enfermagem com poesia: a arte sensível do cui... Autores diversos
Enfermagem, simbora! Vamos lutar pelas 30 hor... ONÃ SILVA
Federação Nacional põe o bloco da enfermagem ... ONÃ SILVA
Grandes Enfermeiras - Quadrinhos Onã Silva
Histórias da enfermagem no universo de cordel... Onã Silva
Histórias da enfermagem no universo de cordel... ONÃ SILVA
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
https://www.facebook.com/pages/Cuidarte-Livros-e-artigos-liter%C3%A1rios/334396023412336?ref=hl